Início > Uncategorized > Desafogando o trânsito e melhorando a qualidade do ar

Desafogando o trânsito e melhorando a qualidade do ar

Medidas visam não só melhorar a saúde das pessoas e do planeta, mas também conscientizar a população a ter pensamento ecológico

Pensar ecologicamente está ligado intimamente ao pensamento coletivo. E algumas das formas de amortizar a poluição despejada no ar e melhorar a fluidez das estradas e ruas do entorno do nosso bairro, dando um novo alento à saúde tanto da população quanto do planeta, estão o rodízio de veículos, caronas solidárias e, principalmente, construir uma consciência e um pensamento sustentável em cada ser humano. Mas apenas a criação de uma lei não é suficiente, é preciso reeducar o cidadão dentro da sociedade. Só assim poderemos construir um lugar melhor para se viver.

O ônibus da linha 560 passa constantemente pelo bairro expelindo poluentes

Em São Paulo, e em outras partes do mundo, como: Portugal, Canadá, Itália, Espanha e alguns países da América do Sul, o rodízio existe a mais de dez anos – consiste na proibição do tráfego de veículos em ruas e avenidas das cidades durante determinados dias e horários, em esquema de revezamento, de acordo com o último dígito da placa do automóvel -, mas ainda não é possível ver nitidamente a melhoria da qualidade do ar, o que para o cientista chileno Luis Cifuentes, professor do Departamento de Engenharia Industrial e de Sistemas da Pontifícia Universidade Católica do Chile e especialista no combate à poluição atmosférica, é normal, já que só isso não basta para uma melhora acentuada. “Em todas as cidades houve reduções, mas isso vem ocorrendo mais lentamente do que esperávamos”, afirma Cifuentes.

Hoje, os automóveis respondem por 90% das emissões de poluentes, como o monóxido de carbono e hidrocarbonetos. Entretanto, para o cientista, o rodízio não é suficiente para combater os extensos congestionamentos e a diminuição rápida da sujeira no ar. Já que, na América do Sul, muitas pessoas adquirem outros veículos para burlar o rodízio. Na cidade de São Paulo, por exemplo, desde a promulgação da lei, houve um crescimento na aquisição de carros, em 30%, evidenciando que a conscientização é mais importante do que a obrigatoriedade. A boa proposta seria desincentivar o transporte individual, orientando a população a adotar o modelo de carona legal, muito utilizado em países europeus.

Outro flagrante de poluição e desrespeito próximo à comunidade do "Faz Quem Quer"

Dar carona é um compromisso com a comunidade, com a cidade, com a saúde pública e com a vida, com consciência ambiental. E seria gratificante para todos ver essa consciência em prática no grande Irajá. Pensando nisso, a Universidade de Stanford, nos EUA, criou um sistema de incentivo para utilização do Carpool – termo em inglês para o sistema de carona solidária – entre os alunos dando vagas em estacionamentos exclusivas para caronistas e até dinheiro. Algumas empresas desenvolveram programas de incentivos pontuando o funcionário que chega de bicicleta, carpool, van ou a pé. As premiações variam de carros ecoeficientes a GPS e vagas em estacionamentos.

No ano passado, durante os Jogos Olímpicos de Pequim, o governo chinês utilizou o rodízio de carros para reduzir os índices diários de poluição, e obteve resultado satisfatório. Para isso, retirou de circulação cerca de 45% dos 3,3 milhões de carros da cidade entre 20 de julho e 20 de setembro, dando exemplo de que com boa vontade, principalmente dos que comandam um país, é possível melhorar a qualidade de vida e o ar que respiramos.

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. novembro 27, 2009 às 11:36 pm

    Oi Rafael,
    Como parte do exercício, estou eu aqui dando pitacos!
    Gostei bastante do seu blog, principalmente a inserção de legendas nas fotos e da enquete. Eu ainda estou aprendendo a usar o blog e adotei o blogger para este curso.
    Quanto ao seu assunto, achei bem importante a discussão deste tema. Embora todos tenhamos consciência de que temos que fazer a nossa parte para melhorar o mundo, quando o assunto é rodízio é uma polêmica grande. Eu particularmente concordo com o rodízio.
    Quanto ao texto, tenho como sugestão para você que trabalhe com blocos menores de textos e use intertítulos. Pois o texto grande assusta um pouco. É isso! Espero ter colaborado.
    Abraços, Inara.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: